Rubens Bueno vota a favor de crédito de de R$ 9,3 bi para pagar Auxílio Brasil neste ano

O deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) ajudou a aprovar nesta quinta-feira em sessão do Congresso Nacional o projeto (PLN 26/21) que abre crédito especial de R$ 9,364 bilhões para pagar ainda neste ano o programa social Auxílio Brasil (MP 1061/21), que substituiu o Bolsa Família. Os recursos serão remanejados das despesas primárias do programa anterior. O Congresso também aprovou hoje o PLN 23/21, que adapta o Plano Plurianual (PPA) em vigor (Lei 13.971/19) ao Auxílio Brasil. O texto prevê gastos de R$ 76,4 bilhões, entre 2021 e 2023, com o novo programa assistencial. 

“Com a difícil situação econômica do Brasil, que vem aumentando em milhões o número de brasileiros em situação de miséria, essa programa é fundamental para socorrer as famílias que estão passando por necessidades. Ao mesmo tempo, é urgente que o governo reformule sua política econômica para controlar a inflação galopante e incentivar a produção e a geração de empregos no país, coisa que até o momento a equipe do Planalto não conseguiu fazer”, disse Rubens Bueno.

O Auxílio Brasil inicia os pagamentos no dia 17 de novembro e seguirá o calendário habitual do Bolsa Família A partir de dezembro até o fim de 2022, o governo promete um valor mínimo de R$ 400 aos beneficiários. Cerca de 15 milhões de famílias devem ser atendidas.

De acordo com o projeto aprovado pelo Congresso, R$ 9,268 bilhões vão para transferência de renda com benefícios e auxílios para as famílias. Outros R$ 93,4 milhões se destinam ao apoio de municípios por meio do Índice de Gestão Descentralizada do Programa Auxílio Brasil e R$ 2 milhões serão gastos com gestão e disseminação de informações para o público do programa.

COMPARTILHAR

O site do Deputado Rubens Bueno utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com a utilização dessas tecnologias, como também, concorda com os termos da nossa Política de Privacidade.