Contas no Exterior: Rubens Bueno vota pela convocação e diz que Paulo Guedes precisa se explicar

Com voto favorável do deputado Rubens Bueno (Cidadania-PR), o plenário da Câmara aprovou, na tarde desta quarta-feira (6), a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, para que ele preste esclarecimentos sobre movimentações financeiras no exterior por meio de uma empresa offshore.

A conta de Guedes no exterior foi revelada no último fim de semana pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ). De acordo com apuração da imprensa, para manter parte da sua fortuna longe das turbulências da economia brasileira, o ministro fundou a Dreadnoughts International, uma offshore nas Ilhas Virgens Britânicas, um paraíso fiscal no Caribe. Em seguinda, transferiu para na conta da offshore, aberta numa agência do banco Crédit Suisse, em Nova York, a quantia de 9,55 milhões de dólares, o equivalente a 23 milhões de reais na época. Hoje, no câmbio atual, o valor corresponde a 51 milhões de reais.

“O artigo 5º do Código de Conduta da Alta Administração Federal proíbe expressamente que funcionários do alto escalão mantenham aplicações financeiras, no Brasil ou no exterior, passíveis de ser afetadas por políticas governamentais. E esse é o caso do ministro Guedes. Seus rendimentos são diretamente afetados pela política econômica que ele próprio conduz, em especial com relação ao dólar. Uma explicação pública e transparente ao Congresso é urgente e necessária, pois no momento paira sobre ele a suspeita de que tem atuado para favorecimento próprio”, defendeu Rubens Bueno.

A data de comparecimento do ministro para prestar esclarecimentos na Câmara ainda será definida.

COMPARTILHAR

O site do Deputado Rubens Bueno utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com a utilização dessas tecnologias, como também, concorda com os termos da nossa Política de Privacidade.