Rubens Bueno pede a ministro dados sobre acolhimento de afegãos perseguidos pelo Talibã

Diante de diversos relatos sobre as dificuldade que cidadãos do Afeganistão estão enfrentando para conseguir visto humanitário nas embaixadas brasileiras, mesmo depois do anúncio público de acolhimento de refugiados feito pelo governo brasileiro, o deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) enviou um pedido de informações ao ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto Franco França, solicitando um “raio-x” dessa operação.

O deputado que saber, entre outros pontos, como está sendo realizado o atendimento, passo a passo, aos cidadãos afegãos que estão se dirigindo a embaixadas brasileiras; quantos vistos foram concedidos pelo Brasil, desde que o Talibã assumiu o controle do Afeganistão; por qual motivo as embaixadas do Brasil, estariam exigindo dos requerentes apresentação do carimbo de entrada legal no Paquistão, já que isso é impossível já que essa fronteira se encontra fechada 

“A Coalizão Brasil/Afeganistão está tentando resgatar juízes, professores universitários e pessoas juradas de morte pelo Talibã, mas tem encontrado dificuldades por parte das exigências feitas pelas embaixadas. Nesse sentido precisamos tirar dúvidas sobre o que está sendo realmente pedido para a concessão do visto. Uma burocracia muito grande pode significar a morte de pessoas”, ressalta Rubens Bueno.

O deputado lembra ainda que várias são as reclamações de que os solicitantes de visto estão tendo que provar que serão mantidos durante ao menos seis meses por alguma organização que banque as despesas, tais como: plano de saúde e odontológico, renda mensal, hospedagem , alimentação, transporte, teste PCR para Covid-19 e custos para revalidação de diplomas, dentre outras exigências.

“Uma pessoa que está fugindo de um regime sanguinário, na maior parte das vezes sequer tem o que comer. Temos certeza que o ministro França está empenhado em resolver essa situação, mas é nosso dever acompanhar de perto o acolhimento desses refugiados”, reforça Rubens Bueno.

COMPARTILHAR

O site do Deputado Rubens Bueno utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com a utilização dessas tecnologias, como também, concorda com os termos da nossa Política de Privacidade.