Notícias

Para o deputado federal Rubens Bueno (PPS-PR), a pesquisa que detectou que 43% dos brasileiros defendem uma intervenção militar no País reflete a onda reacionária que tem se proliferado não só no Brasil, mas no mundo inteiro. Para ele, outro ponto que leva ao apoio da intervenção é o desconhecimento histórico, por parte da sociedade, sobre 'as atrocidades praticadas pela ditadura no Brasil'.

— Vivemos um momento de crescimento do reacionarismo no mundo que tem como sua maior exemplificação a eleição de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos. Esse mesmo movimento vem crescendo na Europa, em países como a França e Alemanha. No Brasil esse radicalismo cresceu com a série de escândalos de corrupção dos últimos governos, o que deixou a população descrente da política.

Bueno defende que os problemas do País precisam ser resolvidos por meio do voto, da democracia e que uma intervenção agravaria a crise por colocar as liberdades em risco. 

— É um tremendo erro as pessoas acharem que uma intervenção militar resolveria os problemas do país. Pelo contrário, a situação tenderia a se agravar e as liberdades estariam em risco. Nossa crise precisa ser resolvida por meio da democracia e a melhor arma para mudar o futuro do país não é o fuzil, mas o voto. De qualquer modo, essa pesquisa serve de alerta para o meio político que precisa urgentemente mudar as suas práticas viciadas.

 

CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA ORIGINAL

Gabinete Parlamentar no Paraná
Rua Dr. Manoel Pedro, 683
Cabral - Cep: 80035-030
Curitiba-PR
Tel.: 41 3259-3223

Gabinete em Brasília
Câmara dos Deputados
Anexo IV, gab. 623
Cep: 70160-900
Brasília-DF
Tel.: 61 3215-5623

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Bruc Internet.